Últimas Notícias »


Aposentados 9/11/2021 15:16:26 » Por Atualizado em 11/9/2021 15:25:0

Líder do governo aponta dificuldades para reverter revalidação dos associados. Presidente da COBAP afirma que serão necessárias novas diretrizes.


Compartilhar no WhatsApp

Determinado a reverter a condição imposta pelo governo a partir da Lei 13.846/19, que determina a revalidação dos associados às entidades de aposentados, pensionistas e idosos a cada três anos, o presidente da COBAP, Warley Martins, se reuniu na manhã desta terça-feira (9), com o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), para tentar viabilizar a anulação do artigo que trata sobre o recadastramento dos filiados.

 

                Na oportunidade, o presidente junto ao deputado federal Sinval Malheiros (Podemos-SP) e uma comitiva de defensores da categoria, explicitaram ao líder sobre as dificuldades que as associações passarão com a medida do recadastramento. “Os associados se filiam às entidades e podem fazer a desfiliação sem burocracia alguma. A obrigação do recadastramento reduzirá o número de associados e deixará as associações em total dificuldade”, afirmou Warley.

                O líder Ricardo Barros afirmou que consultaria o governo, porém a única via de modificar a medida é através de um Projeto de Lei ou de uma emenda em Medida Provisória. Anteriormente à reunião na liderança do governo na Câmara, o presidente da COBAP esteve no Palácio do Planalto para audiência com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. A reunião, porém, precisou ser adiada devido à agenda do governo.

 

 

                O presidente Warley e o deputado Sinval Malheiros solicitaram também, durante os últimos dias, audiência com o presidente da república, Jair Bolsonaro e não obtiveram resposta. Com a afirmação do líder Barros, sobre as únicas vias de possibilidade de reversão da lei, o presidente da COBAP levará a debate com as lideranças das federações e associações, conforme comissão definida no XXVI Congresso Nacional de Aposentados, Pensionistas e Idosos (CNDI), sobre as novas diretrizes para o caso.

 

 

                “Precisamos juntos definir novas diretrizes para a alteração da lei, visto que estamos em momentos políticos desafiadores para o nosso País e para o nosso movimento dos aposentados”, afirmou o presidente da COBAP. “Além dessa pauta, temos outras lutas pela frente, como a defesa do 14º salário e da recomposição das perdas das aposentadorias e pensões”. A próxima reunião prevista das lideranças do movimento dos aposentados, será em janeiro, na sede da COBAP em São Paulo (SP).

 

 




NOTÍCIAS RELACIONADAS

Cobap − Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas
ST SHCS CR QUADRA 507 BLOCO A LOJA 61 - ASA SUL - BRASÍLIA / DF CEP 70.351-510
Fone: (61) 3326-3168
Horário de funcionamento: Das 08h às 12h e das 13h às 17h

Filial
Telefone: (11) 3361-2098
Horário de funcionamento: Das 08h às 12h e das 13h às 17h

Filial
Telefone: (81) 3132-8336
Horário de funcionamento: Das 08h às 12h e das 13h às 17h

Site: www.cobap.org.br | e-mail: cobap@cobap.org.br

Cobap - Copyright ® 2015, Maquinaweb Soluções em TI - Todos os direitos reservados. All rights reserved

Desenvolvido por Maquinaweb